sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Uso Correto e Seguro de Produtos Fitossanitários no Feijão



Normas para uso correto e seguro de produtos fitossanitários

Os agrotóxicos ou defensivos agrícolas são substâncias químicas utilizadas para combater pragas, doenças e plantas daninhas que prejudicam a produção agropecuária. Para evitar danos à saúde e ao meio ambiente, alguns cuidados devem ser tomados antes, durante e após a aplicação desses produtos.
Existem vários produtos fitossanitários que estão sendo comercializados para o uso na cultura do feijoeiro. Muitos destes produtos têm venda livre nas formulações classificadas nas classes toxicológicas III e IV (pouco tóxicos e praticamente não-tóxicos) e obrigatoriedade de venda controlada aquelas das classes I e II (altamente tóxicos e medianamente tóxicas) deixar formulações com características altamente poluentes que não tivessem sido classificadas nas classes I e II (Portaria nº 007 de 13/01/1981, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA). De acordo com esta Portaria, os produtos de venda controlada e venda restrita somente poderão ser comercializados mediante receita agronômica.
Estes produtos fitossanitários registrados para o uso na cultura do feijoeiro são importantes na proteção das plantas quanto ao ataque de pragas, doenças e plantas daninhas, mas podem ser perigosos se forem usados de forma incorreta. No Brasil, estima-se que entre 150 mil a 200 mil trabalhadores se contaminam com agrotóxicos todos os anos.
Com a utilização segura dos produtos químicos, por meio da participação e orientação dos produtores rurais, técnicos da extensão rural, pesquisadores e consultores podem evitar contaminações dos operadores, produtores e outros residentes rurais, podendo viver em um ambiente natural saudável, com água limpa nos córregos, lagos, rios e aquíferos, e em ecossistemas naturais estáveis e diversos.


Antes da aplicação

 Procurar técnico habilitado para obter o receituário agronômico do agrotóxico.

 Ler atentamente as instruções sobre o manuseio do produto no receituário agronômico, no rótulo e na bula.
 Não transportar agrotóxicos junto com pessoas, animais, forragens ou utensílios pessoais. 
 Armazenar os produtos em local ventilado e trancado, fora do alcance de crianças, pessoas estranhas ao serviço e animais.
 Manter os agrotóxicos em seus recipientes originais.


Durante a aplicação

 Fazer a aplicação nas horas menos quentes do dia.

 Não aplicar o produto contra o vento.
 Misturar agrotóxicos somente com orientação técnica.
 Não comer, beber, mascar ou fumar durante a aplicação do produto.
 Usar as seguintes vestimentas e equipamentos de segurança: calças compridas de brim grosso; camisa de brim (ou algodão) ou macacão de brim grosso, com mangas compridas; luvas impermeáveis; sapatos ou botas impermeáveis; proteção impermeável para cabeça; protetores faciais e óculos de segurança; e respiradores com filtro adequado.


Após a aplicação

 Tomar banho e mudar de roupa.

 Lavar as roupas e os equipamentos de proteção separadamente.
 Lavar os pulverizadores, tomando cuidado para não contaminar os rios e riachos. 
 Não queimar nem enterrar as embalagens de agrotóxicos. 
 Não utilizar as embalagens para outros fins, mesmo depois de bem lavadas.
 Lavar três vezes as embalagens de agrotóxicos e guardá-las em local seguro até proceder à devolução no centro de recepção e coleta de embalagens vazias da região.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *