sábado, 1 de outubro de 2016

Origem e classificação do amendoim


Origem e classificação do amendoim

Origem do amendoim cultivado

A espécie cultivada Arachis hypogaea L. é originária da América do Sul, e já era cultivada pelas populações indígenas muito antes da chegada dos europeus no final do século 15. O gênero Arachis compreende cerca de 80 espécies descritas, distribuídas em uma grande variedade de ambientes, desde as regiões costeiras do Brasil e Uruguai até altitudes de 1.450 m na região dos Andes ao noroeste da Argentina (BERTIOLI et al., 2011).
Espécies silvestres de amendoim podem ser encontradas em diferentes regiões do Brasil, e a correta identificação das mesmas exige treinamento para reconhecer estruturas específicas que as distinguem umas das outras. No entanto, é possível reconhecer que a planta pertence ao gênero Arachis ao identificarmos a estrutura reprodutiva formada a partir da base da flor - o ginóforo, ou esporão, como é popularmente conhecido.
Embora algumas espécies apresentem folhas formadas por três folíolos, a maioria das espécies deArachisapresenta quatro folíolos, como podemos observar na Figura 1.
Foto: Francisco Pereira de Andrade
Figura 1. Arachis dardani, espécie comum na região semiárida do Brasil, em meio a gramíneas e outras espécies (Patos, PB).
Algumas espécies silvestres também são exploradas como plantas forrageiras, como Arachis pintoi.
No entanto, a espécie cultivada para grão (A. hypogaea L.) também pode ser servir como forragem, como fazem os agricultores africanos no Mali, ao desidratar a parte aérea para obter o feno de amendoim (Figura 2).
Foto: Boubacar Diombana
Figura 2. Feno de amendoim produzido a partir das plantas desidratadas, após a colheita dos grãos, em mercado popular em Bamako, Mali.
O amendoim é uma planta poliploide, ou seja, foi formada a partir da combinação de dois conjuntos completos de cromossomos (genomas) de duas espécies diferentes, sendo classificado como alopoliploide. Supõe-se que o local de origem do amendoim cultivado seja a região compreendida entre o noroeste da Argentina e o sudeste da Bolívia, onde são encontradas as espécies A. ipaënsis e A. duranensis, os prováveis ancestrais do amendoim. A formação de poliploides e alopoliploides é relativamente comum na natureza, tanto em espécies silvestres quanto cultivadas.
Estima-se que o evento que originou A. hypogaea tenha ocorrido há mais de 5.000 anos. A partir de então, o homem percebeu e selecionou plantas “diferentes”, resultando na geração de subespécies e variedades com variação para diferentes ambientes onde o homem as cultivava, incluindo características como sabor, cor das sementes, formato da vagem, etc. (FREITAS et al., 2003).

Classificação de A. hypogaea L.

O amendoim (Arachis hypogaea L.) é botanicamente dividido em duas subespécies e seis variedades. Também existe a classificação agronômica, baseada em critérios reprodutivos e vegetativos. Na Tabela 1 podem ser observadas as características consideradas nas classificações botânica e agronômica do amendoim.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *